Toxicidade da √Ārvore Mimosa

A bela √°rvore mimosa, tamb√©m conhecida como a √°rvore da seda, cresce facilmente em climas quentes. Sua adaptabilidade permite que ele se espalhe para uma variedade de habitats, e sua reprodu√ß√£o prol√≠fica permite que ele se espalhe rapidamente. Uma vez que as flores desbotam, as vagens de sementes resultantes cont√™m subst√Ęncias que podem ser t√≥xicas para os animais.

TL; DR (muito longo; n√£o leu)

As sementes e as vagens da mimosa s√£o t√≥xicas para os animais que comem as vagens. Os alcal√≥ides dentro das sementes e vagens podem causar sintomas como convuls√Ķes e dificuldades respirat√≥rias.

A beleza é superficial

A mimosa (Albizia julibrissin) foi cultivada pela primeira vez como ornamental ap√≥s sua introdu√ß√£o na Am√©rica do Norte da √Āsia em 1745. Suas delicadas flores cor-de-rosa, folhas frondosas e silhueta graciosa em forma de guarda-chuva a tornam um esp√©cime atraente no jardim. A √°rvore se adaptou facilmente ao clima ameno das col√īnias do sul e escapou dos limites do cultivo. Como uma esp√©cie naturalizada, espalhou-se por todo o sul e oeste. Hoje a √°rvore mimosa √© considerada um inc√īmodo devido √† sua natureza invasiva. Tamb√©m apresenta um perigo para os animais devido √†s suas vagens de sementes t√≥xicas.

Espécie Pioneira

A mimosa √© uma esp√©cie pioneira e se estabelece em √°reas perturbadas, como terrenos baldios e campos abandonados, e pode se adaptar a uma variedade de solos. A √°rvore √© bem-sucedida tanto nas √°reas abertas quanto nas bordas da floresta, bem como ao longo dos lados da estrada. √Č classificado como uma leguminosa e produz vagens para se propagar. Sua capacidade de produzir uma grande quantidade de vagens de sementes robustas e cori√°ceas n√£o apenas cria uma bagun√ßa no jardim, mas tamb√©m permite que a √°rvore se espalhe rapidamente em uma variedade de ambientes. As √°rvores que crescem perto de rios e riachos aproveitam o transporte gratuito para espalhar suas sementes pela √°gua.

Vagens de sementes tóxicas

Como as √°rvores da mimosa podem surgir rapidamente e se espalhar facilmente, elas s√£o uma esp√©cie comum em pastagens e no pasto onde pastam animais. Enquanto eles fornecem sombra acolhedora e folhas para a navega√ß√£o, as sementes venenosas podem causar problemas de sa√ļde quando animais de pasto, como gado, ovelhas e cabras com√™-los. A prol√≠fica produ√ß√£o de sementes da √°rvore da mimosa cria uma oportunidade para o gado faminto. A toxicidade pode ser medida em massa de sementes consumidas proporcionalmente √† massa corporal. Os sintomas aparecem quando os animais consomem de 1 a 1,5% do peso corporal em sementes. Infelizmente, a toxicidade associada ao consumo excessivo de sementes pode ser fatal.

Alcalóides e Vitamina B6

As sementes das √°rvores da mimosa cont√™m subst√Ęncias qu√≠micas chamadas alcal√≥ides. Os alcal√≥ides presentes nestas sementes neutralizam as a√ß√Ķes da vitamina B6 no organismo. A vitamina B6 √© essencial para a produ√ß√£o de neurotransmissores, que enviam sinais entre as c√©lulas nervosas. Consumir vagens de mimosa pode resultar em tremores musculares, espasmos musculares e convuls√Ķes devido ao efeito antag√īnico que os alcal√≥ides t√™m sobre a vitamina B6. Os animais afetados podem apresentar problemas de locomo√ß√£o e exibir movimentos anormais ao virar ou recuar. Respostas exageradas a est√≠mulos, saliva√ß√£o e dificuldade respirat√≥ria tamb√©m foram observadas. Os sintomas geralmente se manifestam 12 a 24 horas ap√≥s a ingest√£o das sementes. Animais envenenados por sementes de mimosa s√£o tratados com inje√ß√Ķes de vitamina B6. No entanto, os animais que navegaram em uma grande quantidade de vagens de sementes podem apresentar recorr√™ncia dos sintomas.

Compartilhe Com Seus Amigos